Pages Menu
Categories Menu
Museusbr – uma nova forma de relacionamento com o Ibram

Museusbr – uma nova forma de relacionamento com o Ibram

 

Em outubro de 2015, o Mapas Culturaissoftware livre para mapeamento colaborativo e gestão da cultura – foi adotado pelo Sistema Nacional de Informações e Indicadores Culturais (SNIIC). Para o Ibram, isso significou a criação da plataforma Museusbr que, em dezembro de 2015, recebeu as informações coletadas pelo Cadastro Nacional de Museus (CNM), como pesquisas, mapeamento do campo museológico etc.

Museusbr também agrega informações de outras atividades desenvolvidas no âmbito do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), como o Registro de Museus e o Formulário de Visitação Anual (FVA), além outras iniciativas, facilitando o relacionamento dos Museus com o Instituto.

Imagine que será possível, por meio de um único site, preencher o FVA, imprimir o certificado do Registro, divulgar eventos, criar álbuns de fotos, postar vídeos e muito mais. Isso significa a centralização do fornecimento de dados e a integração entre eles. Em resumo, o Museu será muito menos demandado por nós do Instituto.

Além disso, é importante enfatizar a integração de Museusbr com o SNIIC: fornecendo as informações no nosso Mapa dos Museus, automaticamente elas estarão disponíveis no Mapa da Cultura, plataforma do SNIIC que agrega as informações das aplicações do software (Mapas Culturais) pelas áreas do Ministério da Cultura (MinC). Atualmente, além de Museusbr, também já existem as plataformas do Cultura Viva e do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas.

Para usar todas essas funcionalidades de Museusbr, é preciso ter propriedade sobre as informações. Tanto os próprios gestores (diretores) como técnicos do Museu podem fazer a solicitação de propriedade. Com ela, será possível inserir novos dados, cadastrar exposições e eventos, criar álbuns, editar informações já existentes etc. A plataforma tem muitas possibilidades de uso e nada melhor do que conhecê-la experimentando.

Leia o Manual e comece agora mesmo!

Assim que for concedida propriedade (ver Manual), atualize todos os dados sobre o Museu constantes na plataforma, com especial atenção àqueles sinalizados com asterisco vermelho, que indicam as perguntas obrigatórias. E, a partir de 1º de fevereiro, você já poderá preencher o FVA pela plataforma!

Qualquer dúvida ou necessidade de acompanhamento durante a execução dos passos indicados no Manual, estamos à disposição para auxiliá-los.

Cadastro Nacional de Museus – CNM
cnm@museus.gov.br
(61) 3521-4329 – Alessandra Garcia
(61) 3521-4330 – Michel Correia
(61) 3521-4410 – Rafaela Lima
(61) 3521-4291 – Yris Lira
 
 

Post a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>